quarta-feira, 5 de abril de 2017

Entrevista com o novo pároco

L'immagine può contenere: 7 persone, persone in piedi
Ao centro: Pe. Tadeu Biasio
À direita de quem vê: Jussara e Sandra (ministras)
À esquerda de quem vê: Padres Rodrigo (camisa clerical) e Paulo,
Aparecida e Ana (ministras)


"Vamos servir com amor e generosidade a Igreja de Cristo vivendo com ardor a nossa fé e anunciando a boa nova da salvação." (Pe. Tadeu Biasio)

O Padre Tadeu Biasio é o 14° pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima de Ponta Grossa. Tomou posse em 19 de março, domingo. Logo que chegou cativou a todos pela sua doçura, atenção e disponibilidade.
O nosso pároco nasceu no dia 2 de junho de 1960, no município de Piraí do Sul (Campos Gerais do Paraná).
Professou seus primeiros votos em 14 de fevereiro de 1982, já os seus votos perpétuos foram professados em 10 de março de 1985. Foi ordenado presbítero em 12 de outubro de 1987.
Trabalhou durante dez anos no Brasil, de 1988 a 1998. Depois trabalhou por dezoito anos na Província Andina (Equador e Bolívia) e por um ano foi missionário nas Filipinas.
Padre Tadeu afirma que recebeu com muita alegria a notícia de que seria nosso pároco. Seu desejo, após tantos anos fora do país, é voltar às raízes e envolver-se no trabalho pastoral paroquial e diocesano.
Está confiante que será correspondido no trabalho pastoral, a fim de fazer um excelente trabalho.
Confira abaixo as perguntas e as respostas que o padre enviou por escrito.
Seja bem-vindo, caríssimo Padre Tadeu!


1. Onde e quando o senhor nasceu?
Piraí do Sul- PR 02/06/1960
2.    Como o senhor sentiu que foi chamado á vocação sacerdotal?
Os momentos mais fortes da minha vocação foi durante o noviciado, ano de experiencia de Deus na oração.
3.    Por quais lugares o senhor já passou após ordenado?
10 anos no Brasil  (1988-1998)
18 anos na Região Andina
1 ano nas Filipinas
4.    Como foi o seu trabalho na província andina? Quais foram os maiores desafios? Quais foram as maiores alegrias?
Um dos maiores desafios é sempre o idioma, outro desafio é a cultura de cada povo.
5.    Quais são as suas expectativas nesta volta ao Brasil?
Voltar as raízes, envolver-se na pastoral paroquial e diocesana.
6.    Como o senhor recebeu a noticia de que seria o novo pároco?
Foi uma noticia muito agradável a de ser Pároco da Paroquia N. S. de Fatima
7.    Quais são as suas expectativas para o trabalho na Paróquia Nossa Senhora de Fatima?
Estou confiante de ser correspondidos em todas as atividades paroquiais.
8.    Gostaríamos que deixasse uma mensagem aos seus novos paroquianos.
"Vamos Servir com amor e generosidade a Igreja de Cristo vivendo com ardor as nossa fé e anunciando a boa nova da salvação" (Pe. Tadeu de Biasio)  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Coloque aqui o seu comentário. Deixe sua sugestão, elogio ou reclamação.
Obrigado por fazer este blog melhorar a cada dia!