quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Entrevista

"SÓ JESUS TEM PALAVRAS DE VIDA ETERNA"


A Ir. Valquíria Sampaio de Souza, das Irmãs da Copiosa Rendeção, possui, assim como as outras o seguinte lema da comunidade: "Quem adora serve com alegria".
A comunidade da Copiosa Redenção tem como carisma a adoração e, além disto, a recuperação dos dependentes de drogas.
Fundada pelo Pe. Wilton Moraes Lopes, a Copiosa trabalha na Casa Santa Luzia de Marillac, na Vila Vicentina, cuidando de meninas que estão em risco na família.
Além deste trabalho, Ir. Valquíria trabalha com a promoção Vocacional.

Confira abaixo a entrevista.

Onde e quando a senhora nasceu?
Nasci em Fortaleza – Ceará, no dia 16/04/1982.

Qual o carisma da sua congregação?
O nosso carisma é a adoração e a recuperação dos dependentes de álcool e drogas.

Como e quando a senhora recebeu o chamado à vida religiosa?
A primeira vez que eu comecei a sentir foi com 15 anos. E, esse chamado na verdade, é engraçado de se contar; eu estava me arrumando para ir à uma festa e por acaso a gente estava com a televisão ligada, em um programa, naquela época era o “Sabadão Sertanejo” e aí estava passando uma reportagem sobre Madre Teresa de Calcutá, porque era a época que ela tinha falecido. E a imagem daquela religiosa me chamou muito a atenção, aí continuei me arrumando e fui para a festa. Só que, na festa, novamente, eu estava dançando lá, me veio a lembrança da Madre Teresa de Calcutá. Então a partir daí é que começou toda essa história, todo esse desejo de fazer a vontade de Deus. Eu estava parada, dançando, de repente me lembrei de novo da Madre Teresa e a minha amiga perguntou: ‘O que está acontecendo?’ e eu disse ‘Sei lá, eu não consigo parar de me lembrar daquela religiosa,  Madre Teresa.’ E aí depois disso eu conheci as religiosas da minha paróquia, onde eu morava, em Fortaleza, só que eu percebi que Deus queria mais, que Ele queria que eu me dedicasse aos dependentes de álcool e drogas e depois de tudo eu conheci a Copiosa Redenção, conheci na televisão, num programa religioso que na época passava na Rede Vida.

Que trabalhos a senhora desenvolve na comunidade?
Atualmente o trabalho que eu desenvolvo é a promoção vocacional e, como eu moro aqui também, na Casa Santa Luiza de Marillac, nós trabalhamos com meninas em situação de risco na família.

Como é o seu dia-a-dia na comunidade?
Nosso despertar é às 06h, e fazemos as nossas Laudes. Logo após as nossas Laudes, o café-da-manhã e logo em seguida tem uma irmã que assume o plantão durante o dia (faz manutenção, atende as pessoas que às vezes precisam de uma orientação, uma oração). Esse é o dia-a-dia na nossa comunidade.

Qual o caminho que uma vocacionada percorre até a consagração?
Primeiro passo para essa jovem: contatar a Promotora Vocacional, que nesse caso, em Ponta Grossa e as proximidades seria eu, estar em contato conosco para iniciar um acompanhamento. Como é esse acompanhamento? É através de carta ou através de e-mail, todo mês é mandado um texto vocacional, onde ela vai ler este texto, vai rezar com este texto e, junto com a promotora vocacional vai descobrir a vontade de Deus. E a vocacionada vai dar uma resposta e a promotora também. É uma forma também de manter um vínculo. Durante esse acompanhamento, temos dois retiros, um em julho e o outro em dezembro, onde nesses retiros, juntamente com a experiência vocacional, onde a jovem pode fazer o discernimento e entrar na congregação.

Deixe uma mensagem de incentivo para aquelas jovens que estão em dúvida, se devem ou não consagrar a vida a Deus.

Quando eu falo em vocação, eu penso muito naquilo que Jesus falou quando Ele estava com os discípulos, e Ele falou que o pão que eles comeriam seria o corpo dele, muitas pessoas foram embora e Jesus olhou para Pedro e disse: ‘Até vocês querem ir embora?’ e Pedro olhou pra Jesus e disse bem assim: ‘Não, Jesus, só tu tens palavras de vida eterna.’ Então essas jovens que se sentem chamadas para a vida religiosa, a vida consagrada, nós buscamos muitas coisas, mas só Jesus tem palavras de vida eterna.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Coloque aqui o seu comentário. Deixe sua sugestão, elogio ou reclamação.
Obrigado por fazer este blog melhorar a cada dia!