domingo, 5 de dezembro de 2010

Reino de Deus


por Pe. Luiz Carlos de Oliveira, C.Ss.R
do A12.COM
          Gostamos muito de falar a Palavra Reino de Deus. Mas na realidade, na hora de explicar o sentido desta expressão, a gente fica meio sem palavras. Falava-se mais nos tempos depois do Concílio. Acho que, pelo fato de ser de difícil explicação, seu uso diminuiu. É interessante que o termo Reino de Deus aparece 66 vezes em o Novo Testamento, sendo que, nas epístolas, aparece  somente 8 vezes. E destas, 4 vezes na primeira Coríntios. Mateus usa 33 vezes as palavras Reino dos Céus, em lugar de Reino de Deus. Será pela dificuldade do uso? Contudo é fundamental para a vida cristã, conhecer e viver esta realidade, pois Jesus afirma constantemente, em suas parábolas e discursos, a importância do Reino de Deus.

            Vejamos: Rezamos todos os dias no Pai Nosso: “Venha a nós o vosso Reino”. Está entre os grandes pedidos da oração cristã. Quer dizer que é necessário estar ligado ao Reino de Deus para viver a vida da comunidade cristã.  O próprio Jesus inicia sua pregação dizendo: “O tempo está cumprido, e é chegado o Reino de Deus. Arrependei-vos, e crede no evangelho” (Mc 1,15). Toda sua pregação consiste em proclamar a chegada do Reino de Deus no mundo. Era uma novidade que respondia à grande esperança das profecias. Agora Deus vai reinar no mundo. Israel queria um reino político, Jesus anuncia outro reino. Os sinais estão presentes: curas, pregação da salvação e perdão dos pecados.

            Mais adiante, Jesus não anuncia mais um Reino que vem, mas diz: “o Reino de Deus está no meio de vós”. Trata-se de sua pessoa que é realização plena do Reino de Deus. Nela todo o dom de Deus se faz presente e todo poder de Deus se torna atuante para dar vida e dominar todo mal. “Se expulso demônios pelo Espírito de Deus é porque o reino de Deus está entre vós”(Mt 12,28). Deus, em Jesus instaura seu Reino. Dele todos nós nos beneficiamos.

            Jesus institui sua Igreja para dar início à implantação do Reino. Ela não preenche ainda todos os requisitos destes Reino que é visível, mas ao mesmo tempo incontrolável, pois Deus age onde quer e como quer. “Muitos dirão, ei-lo aqui, ei-lo ali! Não os sigais” (Lc 17,23). Ele é visível na medida em que nós temos, como dom, a capacidade de fazê-lo presente através de nosso amor e dedicação aos mais necessitados. É incontrolável em quanto não está sob a vontade das pessoas, mas na vontade de Deus. O Reino de Deus é uma energia transformante e renovadora no mundo. Esta energia se chama amor. Neste amor Jesus coloca o seu mandamento: “amai-vos uns aos outros como eu vos amei” (Jo 13,34). Este amor de dedicação é a maior prova de que o Reino está implantando no mundo, pois só Deus pode levar alguém a amar como Jesus amou: dar-se e dar a vida. Todo ato de amor é uma prova da existência do Reino de Deus. É difícil explicar o Reino? É. Fácil é vivê-lo no dia a dia, como fez Jesus e fazem todos os que crêem nele.Isso é ser Igreja, ser Reino de Deus. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Coloque aqui o seu comentário. Deixe sua sugestão, elogio ou reclamação.
Obrigado por fazer este blog melhorar a cada dia!